O que São Fotografias de Paisagens Arquitetónicas?

328675

328675As fotografias de paisagens arquitetónicas são aquelas que retratam um vista parcial ou completamente preenchida por um ou mais edifícios. Normalmente, são obtidas em meios urbanos e contemplam principalmente construções de grande beleza, tamanho ou riqueza arquitetónica.

Este é um passatempo que começou muito cedo na história da fotografia. Inicialmente, apenas uns poucos tinham acesso aos meios económicos e tecnológicos para ter tal “hobby”. Os primeiros fotógrafos de paisagens arquitetónicas foram viajantes, muitas vezes homens de negócios, que por interesse pessoal ou profissional registavam imagens das cidades estrangeiras por onde passavam.

Hoje em dia, principalmente com o desenvolvimento da tecnologia da fotografia digital e com os meios de divulgação e partilha como são as redes sociais e arquivos fotográficos, muitas mais pessoas têm vindo a adquirir o gosto pela fotografia de paisagens arquitetónicas.

Uma simples busca “online” mostra-nos que existe uma infinidade de fotógrafos amadores e profissionais a partilhar o seu trabalho de paisagens arquitetónicas em plataformas como o Instagram, o Flickr ou o o Facebook.

Nos seus primórdios, este tipo de fotografia procurava transmitir uma sensação de imponência e grandiosidade, e os temas escolhidos tinham tendência a ser as grandes paisagens urbanas, quer as mais modernas, como Nova Iorque e Chicago, como as de maior valor histórico e artístico, como Londres, Paris ou São Petersburgo.

As técnicas utilizadas na montagem destas fotografias vieram a evoluir ao longo do século XX. Enquanto as fotografias de paisagens arquitetónicas iniciais se focavam apenas na estrutura, mostrando os prédios com o seu porte e singularidade, um movimento modernista começou a explorar composições diferentes, conferindo toda uma envolvente e um contexto às estruturas.

Julius Shulman foi o pioneiro deste movimento, que passou a incluir pessoas e o ambiente circundante, imbuindo as fotografias de paisagens arquitetónicas de uma dimensão mais humana.

Seja qual for a sua preferência, não está sozinho e, com o recurso a uma simples máquina digital ou “smartphone” e acesso à Internet, poderá partilhar as suas fotografias com o mundo inteiro.